Imagem-Sao-Jorge-2Imagem de madeira entalhada, com mais de 15 partes encaixadas e recortes em tons vermelho, azul, bege, preto, dourado, prata, marrom e branco. A imagem foi confeccionada sob a encomenda da Câmara Municipal, tendo sido pago por esta 96$000 aos 21 de abril de 1817, quando da finalização da obra. Esta foi confeccionada para participar da procissões sobre cavalo, sendo que a primeira foi a procissão  de Corpus Christi de 1817.

A imagem do século XIX, vulto redondo com indumentárias policromadas, partes inferiores da casaca, insinuando movimento e jogo de luz e sombra, contracenando com a rigidez do resto do corpo. O conjunto excessivo de elementos e de tons de cores fazem-na uma obra diversificada de estilo com características folclóricas do Barroco Tardio.

A imagem representa São Jorge, como Santo guerreiro. De acordo com a iconografia tradicional, São Jorge impunha na mão direita a lança com que venceu o dragão flagelo da Líbia, desde o século X no Oriente cristão. São Jorge é representado como jovem glabro sem atributos particulares religiosos. O aspecto folclórico da imagem está relatado em sua indumentária que possui formas coloridas com tons populares vivos. Seus olhos arregalados e a face atenta parecem mirar ao inimigo. Os movimentos dos braços articulam uma cena teatral de bravura em favor da fé. A lenda torna-se parte da representação do autor.

Imagem-Sao-Jorge-1